Autor de crime de grande repercussão em Milford, é deportado após cumprir pena

Crime foi usado por republicanos para tentar barrar carteira de motorista para indocumentados em Massachusetts

0
1528
O equatoriano Nicolas Dutan Guaman foi deportado depois de cumprir a sua pena. Foto: arquivo

O equatoriano Nicolas Dutan Guaman, 46 anos, foi deportado para o seu país, após cumprir pena de prisão por um crime de homicídio culposo de muita repercussão em Milford, Massachusetts. Em 2011, Guaman, dirigindo uma caminhonete bêbado e sem carteira de motorista, atropelou e matou o americano Matthew Denice, na  época com 23 anos, que dirigia uma motocicleta.

O equatoriano atravessou o sinal vermelho, colidiu com a motocicleta de Denice, arrastando-o por alguns metros, apesar de ter sido alertado do que estava acontecendo. Guaman foi acusado criminalmente de homicídio veicular – acusação que foi posteriormente anulada; homicídio culposo; direção negligente; lesões corporais; dirigir sem carteira de motorista; direção perigosa sob influência de álcool; fuga do local do acidente; e colocar em perigo imprudente uma criança (seu filho de seis anos, que estava com ele na hora do acidente).

Em 2014, Nicolas Dutan Guaman foi condenado a uma pena de 12 a 14 anos de prisão e na ocasião do acidente, o caso teve grande repercussão e comoção sendo explorado por anti-imigrantes. Recentemente, a mãe de Matthew Denice, pediu a revogação da lei estadual que concede carteira de motorista para imigrantes indocumentados em Massachusetts. 

Inspirado nela, um grupo de republicanos que movidos pela ignorância e desinformação, resolveu contestar a lei e angariaram milhares de assinaturas para revogar o Work and Family Mobility Act., que constava na cédula eleitoral e perguntava ao eleitor se concordava com a implantação da Lei aprovada no Congresso estadual que concede carteira de motorista para imigrantes indocumentados. Apesar da intensa campanha publicitária, a medida proposta pelos republicanos foi derrotada nas urnas.

Em março de 2020, o Enforcement and Removal Operations (ERO) de Boston iniciou o processo para a deportação do equatoriano, e em novembro de 2021, foi emitida a ordem de remoção final. Após cumprir a sua pena de prisão, Nicolas, foi entregue pelo Massachusetts Department of Corrections’ para o ERO e deportado para o Equador na sexta-feira, 31 de março.  

Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira é jornalista profissional e foi editor da Liberdade Magazine, da Refletir Magazine, do RefletirNews, dos jornais A Notícia e Metropolitan, do JS News e jornalista da Rede ABR - WSRO 650 AM. Foi articulista e editorialista do National Brazilian Newspaper, de Newark, New Jersey. É detentor de prêmios importantes tais como o Brazilian Press Awards e NEENA - New England Ethnic Newswire Award entre outros