Ex-funcionário do Taste of Brazil é condenado por fornecer documentos falsos para brasileiros

Empregados do Taste of Brazil são vítimas de tráfico humano

0
639
Taste of Brazil em Woburn, Massachusetts. Foto: reprodução Facebook

O salvadorenho Marcos Chacon Gil, 29 anos, ex-funcionário do Taste of Brazil – Tudo na Brasa, em Woburn, Massachusetts, foi condenado na terça-feira, 18, na Corte Distrital Federal em Boston, a uma pena de cerca de dez meses de prisão e dois anos de liberdade condicional, por falsificação de documentos. A sentença do salvadorenho que admitiu culpa em maio deste ano, foi proferida pela juíza Allison D. Burroughs. 

Chacon Gil, trabalhou no Taste of Brazil, em 2014 e em 2018, ele começou a fornecer documentos falsos para funcionários do restaurante. Entre os documentos fornecidos por Chacon Gil estão autorização de trabalho, social security e em fevereiro de 2020, ele entregou pessoalmente a um funcionário do restaurante um green card e um social security falsos. 

Entenda o caso
Em outubro de 2022, os brasileiros Jesse James Moraes e seu filho Hugo Giovanni Moraes foram presos em uma operação da Homeland Security Investigations (HSI), do Department of Labor e de oficiais da Polícia de Woburn, Massachusetts, em cumprimento a mandados federais de busca, apreensão de documentos, evidências e prisões. Os Moraes, são proprietários dos restaurantes The Dog House Bar & Grill e Taste of Brazil e foram acusados de tráfico de pessoas, que inclui encorajar e induzir um estrangeiro a entrar e residir ilegalmente nos Estados Unidos para obter ganhos ilegais, conspiração e falsificação de documentos.

Chelbe Williams Moraes, irmão de Jesse James também foi acusado por quatro delitos – conspiração para incentivar e induzir um imigrante a entrar ilegalmente nos Estados Unidos; obter ganhos financeiros; lavagem de dinheiro e conspiração. Chelbe que atualmente mora no Brasil foi indiciado em julho de 2021 e foi denominado nos documentos de acusação de chefe das operações de tráfico humano, da quadrilha da família.

Segundo os documentos de acusação, Chelbe e seus cúmplices traficaram pessoas para os Estados Unidos e fornecido a tais pessoas, documentos fraudulentos para que fossem usados em pedidos de asilo e obter autorizações de trabalho.

Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira é jornalista profissional e foi editor da Liberdade Magazine, da Refletir Magazine, do RefletirNews, dos jornais A Notícia e Metropolitan, do JS News e jornalista da Rede ABR - WSRO 650 AM. Foi articulista e editorialista do National Brazilian Newspaper, de Newark, New Jersey. É detentor de prêmios importantes tais como o Brazilian Press Awards e NEENA - New England Ethnic Newswire Award entre outros