Fluminense bate Boca Juniors e conquista a Copa Libertadores

Fluminense conquista pela primeira vez a Copa Libertadores

0
897
Gérman Cano marcou o primeiro gol do Fluminense. Foto: Marcelo Gonçalves/FFC

O Fluminense venceu o Boca Juniors por 2 x 1 na prorrogação e conquistou a Copa Libertadores na tarde do sábado, 4, no Maracanã que teve um público pagante de 69.232 pessoas. Os gols da partida foram marcados por Cano e John Kennedy para o Fluminense e Advíncula para o Boca Juniors. É o primeiro título da Copa Libertadores do Fluminense que vai disputar o Mundial de Clubes.

Ouça em português o spot da campanha de renovação da sua cobertura de saúde do MassHealth

O Fluminense saiu na frente com um gol de Gérman Cano aos 35 minutos do primeiro tempo e Advíncula empatou aos 26 minutos do segundo tempo. Com o empate no tempo normal, o jogo foi para a prorrogação a John Kennedy marcou aos 8 minutos da primeira etapa, e foi expulso por comemorar o gol com a torcida fora de campo. Ainda no primeiro tempo da prorrogação, o lateral esquerdo Fabra do Boca Juniors foi expulso depois de agredir Nino e o árbitro ter sido chamado pelo VAR.

Post comemorativo da conquista da Copa Libertadores. Fotomontagem: FFC

Ficha técnica
Decisão da Copa Libertadores
Boca Juniors 1 x 2 Fluminense
Boca Juniors
Sergio Romero; Advícunla, Figal, Valentini e Pol Fernández. Ezequiel Fernández (Sarachi), Medina, Taborda e Barco. Merentiel (Janson) e Cavani (Benedetto). Técnico: Jorge Almirón
Fluminense
Fábio; Samuel Xavier (Guga), Nino, Felipe Melo (Marlon) e Marcelo (Diogo Barbosa).
André, Martinelli (Lima), PH Ganso (John Kennedy), Arias, Cano e Keno (David Braz)
Técnico: Fernando Diniz
Gols: Cano e John Kennedy pelo Fluminense e Advíncula pelo Boca Juniors
Cartões amarelos: Figal, Langoni e Cavani (Boca Juniors) e Nino, Keno e Cano (Fluminense)
Cartões vermelhos: John Kennedy (Fluminense) e Fabra (Fluminense)
Árbitro: Wilmar Roldán
Local: Estádio do Maracanã – Rio de Janeiro
Público: 69.232

Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira é jornalista profissional e foi editor da Liberdade Magazine, da Refletir Magazine, do RefletirNews, dos jornais A Notícia e Metropolitan, do JS News e jornalista da Rede ABR - WSRO 650 AM. Foi articulista e editorialista do National Brazilian Newspaper, de Newark, New Jersey. É detentor de prêmios importantes tais como o Brazilian Press Awards e NEENA - New England Ethnic Newswire Award entre outros