Thanksgiving Day: um símbolo de acolhimento e tolerância

Os peregrinos europeus que em 1620 aportaram em Plymouth deram início a uma nação de imigrantes

1
445
Réplica do Mayflower. Foto: Jehozadak Pereira

Plymouth Rock. Foto: Jehozadak Pereira

O Mayflower navegou por 65 dias até que chegasse no Cape Cod, no dia 19 de novembro de 1620, mas foram impedidos de aportar, e então rumaram para Plymouth, onde finalmente em 21 de dezembro do mesmo ano, os puritanos puderam desembarcar e formar o primeiro assentamento europeu em New England. O grupo deixou a Europa, afastando-se da igreja de Scrooby em Nottinghamshire, na Inglaterra, onde sentiam-se deslocados numa estrutura religiosa que não pretendia, aos olhos deles, terminar o trabalho iniciado na reforma protestante.

Ouça em português o spot da campanha de renovação da sua cobertura de saúde do MassHealth

Eles, que ao contrário pretendiam ter uma vida exclusivamente baseada nos preceitos bíblicos, partiram para Amsterdã, em 1608. Em 1617, desanimados e abatidos por dificuldades econômicas e pela falta de adaptação aos costumes locais, decidiram emigrar para a América do Norte, naquela época muito mais distante e longínqua.

Em 16 de setembro de 1620, uma pequena colônia de puritanos, composta de 102 pessoas, iniciou a histórica viagem para o Novo Mundo, como a América era chamada então. Doze membros da igreja em Scrooby faziam parte do grupo pioneiro a vir para a América.

O primeiro chefe deste grupo em Plymouth foi John Carver, que ao morrer foi substituído por William Bradford, que ocupou o posto por mais de 30 anos. O livro Of Plymouth Plantation, um clássico, retrata as qualidades e os valores do pequeno grupo de puritanos. Uma das lutas e ideais de Bradford era manter seu grupo afastado das comunidades vizinhas e das suas influências, que ele julgava perniciosas.

O inverno rigoroso, as dificuldades de adaptação ao novo lugar, e a falta de experiência com o trabalho na lavoura, fizeram com que metade da colônia não sobrevivesse. Os puritanos foram ajudados pelos índios que lhes ensinaram como cultivar a terra, a pescar e a caçar.

Em 22 de março de 1621, Bradford assinou com o índio Massasoit um tratado de paz que nunca foi quebrado. Na colheita daquele ano, no outono, os sobreviventes fizeram uma grande festa para agradecer a Deus e os índios foram os convidados de honra; a partir daí, reuniam-se anualmente para celebrar um dia de gratidão a Deus. Sob as mesas havia alimentos tirados da lavoura e aves – como o peru selvagem – abundantes nas matas locais.

Nos anos seguintes, a data sempre foi comemorada. Até que em 1789, o presidente George Washington assinou um decreto determinando que o Thanksgiving Day fosse sempre no dia 26 de novembro. Em 1939, o Congresso americano determinou que a data fosse comemorada na quinta-feira da quarta semana de novembro.

A data é tradicionalmente marcada como um dia de reunião familiar complementada por jantares. Muitas pessoas tiram o dia para reflexões religiosas e orações. É um dos feriados americanos onde tudo para literalmente.

O prato principal é o turkey – o peru. Em Massachusetts, ele é caçado nas matas onde prolifera em abundância. Tradicionalmente todas as propagandas natalinas começam depois do Thanksgiving Day, sem contar as liquidações que o comércio faz nos dias seguintes ao feriado como a famosa e concorrida Black Friday.

Prestação de serviço
Visite o Plymouth Plantation, sítio histórico ambientado no século 17, e também a réplica do Mayflower. Não deixe de ir conhecer a história dos puritanos no Plymouth National Wax Museum e saiba mais da história dos peregrinos, com luzes, sons e animação, e como eram as primeiras celebrações do Thanksgiving Day.
137 Warren Avenue, Plymouth, MA
508.746-1622
Para saber as programações e os horários clique aqui.

Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira é jornalista profissional e foi editor da Liberdade Magazine, da Refletir Magazine, do RefletirNews, dos jornais A Notícia e Metropolitan, do JS News e jornalista da Rede ABR - WSRO 650 AM. Foi articulista e editorialista do National Brazilian Newspaper, de Newark, New Jersey. É detentor de prêmios importantes tais como o Brazilian Press Awards e NEENA - New England Ethnic Newswire Award entre outros

1 COMMENT

  1. Maravilhosa a matéria. O Thanksgiving realmente é muito especial. Nos mostra como podemos ter união entre os povos de diferentes culturas. Nos mostra que debaixo de Deus, todos somos iguais.

Comments are closed.