Bêbado e sem carteira de motorista, brasileiro é preso em Framingham, MA

Se beber não dirija. Em possibilidade alguma...

0
3109
Bêbado, Silas provou um acidente e foi preso. Foto: FPD

A pergunta que se faz cada vez que um brasileiro é preso por dirigir bêbado é: “qual é a novidade?” Nenhuma. “Tinha que ser brasileiro”, responderão muitos com razão. Todos os dias policiais de todos os lugares, param e prendem motoristas bêbados, na maioria americanos, ou seja, o que não falta é bêbado dirigindo. O bêbado desta vez é o brasileiro Silas dos Santos, 54 anos, que foi preso no domingo, 19, pela polícia de Framingham, na região MetroWest de Massachusetts. A notícia foi publicada no Framingham Source. 

Na madrugada do domingo, a polícia foi chamada para atender um acidente de trânsito, e constatou que Silas estava dirigindo bêbado e sem carteira de motorista. O brasileiro foi acusado de dirigir um veículo motorizado sobre a influência de álcool, dirigir sem estar legalmente habilitado e de violação de faixas viárias, além de ter colidido com outro veículo.

Todos os dias, motoristas e condutores se acidentam, provocam acidentes ou são parados por oficiais de polícia dirigindo sob a influência de álcool ou drogas. A mão da justiça é pesada e penaliza duramente quem é pego dirigindo nestas circunstâncias. Mesmo assim, motoristas não se dão por advertidos e bebem, dirigem, são presos e parecem pouco se importar com as consequências dos seus atos.

No entanto, milhares de imigrantes não se dão conta de que beber, usar drogas e dirigir é uma infração grave para a qual não há perdão, e mesmo os portadores de green card são passíveis de deportação, sendo considerados prioritários. 

O relatório de deportações do ano fiscal de 2022, aponta que entre os crimes e delitos que mais tiveram remoções de imigrantes foi DUI com 26.238 casos – o terceiro lugar e violações de trânsito, com 18.009 casos – o quarto lugar.

Jehozadak Pereira

Jehozadak Pereira é jornalista profissional e foi editor da Liberdade Magazine, da Refletir Magazine, do RefletirNews, dos jornais A Notícia e Metropolitan, do JS News e jornalista da Rede ABR - WSRO 650 AM. Foi articulista e editorialista do National Brazilian Newspaper, de Newark, New Jersey. É detentor de prêmios importantes tais como o Brazilian Press Awards e NEENA - New England Ethnic Newswire Award entre outros